Padroeira da cidade e da diocese de Aveiro

.

Apontamento biográfico

Filha de D. Afonso V, rei de Portugal, a Princesa Santa Joana nasceu na cidade de Lisboa, em 6 de fevereiro de 1452. Órfã de mãe aos quatro anos, procurou desde menina praticar sempre a mais edificante virtude, tanto no desprendimento das grandezas da corte e das vaidades do mundo, como na profunda piedade e vida interior, na sincera devoção à paixão de Cristo e na desinteressada caridade a favor dos pobres. Como manifestação de tal género de sentir e viver, escolheu para seu distintivo a coroa de espinhos.
Aos dezanove anos, recolheu-se no mosteiro de Odivelas; mas, em 4 de agosto de 1472, mudou para o mosteiro de Jesus da então vila de Aveiro, a que ela chamava «a sua Lisboa, a pequena». Aí viveu em austeridade e fervor religioso, sob o hábito dominicano, até ao seu falecimento, ocorrido em 12 de maio de 1490; tinha trinta e oito anos de idade. Foi sepultada no coro do convento.
Logo após a sua morte, o povo de Aveiro começou a venerá-la por santa, considerando-a mesmo, mais tarde, como protetora da cidade; o seu culto foi confirmado pelo papa Inocêncio XII, em 4 de abril de 1693. O papa Paulo VI, em 5 de janeiro de 1965, constituiu-a padroeira principal da cidade e da diocese de Aveiro.

stajoana_hino

Hino de Santa Joana:
Aveiro, 09/05/1959
letra: Monsenhor João Gonçalves Gaspar
música: Padre M. Teixeira, S. Sp.

.

Oração a Santa Joana

Santa Joana Princesa, desvelada Padroeira de Aveiro!
Nós todos, pequenos e grandes, pobres e ricos,
nos encomendamos fervorosamente
à vossa celestial proteção.

Pedi ao Senhor para todos o pão nosso de cada dia,
e não só o pão da terra, mas sobretudo o pão da virtude,
o pão descido do Céu que
– como disse Jesus Cristo –
dá a vida ao mundo.

Fazei-nos puros, humildes, caritativos,
piedosos, compadecidos, resolutos,
seguindo o vosso exemplo.

Acompanhai-nos nos perigos da terra
e, chegado o momento da morte,
ajudai-nos a entrar na Pátria definitiva,
que jamais acabará.

Ámen

Oração a Santa Joana:
D. João Evangelista de Lima Vidal

Fonte: https://diocese-aveiro.pt/santajoana/